Formação de Indução: do’s and dont’s

A Formação de Indução, visa dar a conhecer aos novos colaboradores a estrutura da organização, as normas internas e externas que regulam a sua atividade e o posicionamento estratégico da empresa reforçando o processo de interiorização da Cultura desta.

Na fase inicial da formação, habitualmente designada por Acolhimento, são normalmente destacados os temas que se referem ao conjunto da organização e às politicas comuns aos seus trabalhadores.

Destacamos:
– Política da Qualidade, Missão, Visão e Valores;
– Políticas de Trabalho, Progressão de Carreiras e Normas Internas; e
– Boas Práticas de Funcionamento.

A segunda fase da formação passa por um acompanhamento mais duradouro e visa posicionar o individuo no conjunto da organização, situando-o em todos os aspetos que lhe são específicos, e munindo-o das ferramentas necessárias para iniciar o desempenho das suas funções. A formação de Integração respeita, por isso, tipicamente os seguintes conteúdos programáticos:
– Comunicação interna: inter equipas, com as hierarquias e clientes;
– Interação entre setores e objetivos do feedback;
– Políticas internas específicas para a função; e,
– Descrição e Análise da Função em contexto de Trabalho.

Sobretudo quando esta formação ocorre informalmente, são muitas vezes transmitidas informações iniciais ao novo colaborador, que influenciam negativamente o seu processo de aculturação e que não podemos deixar de referir como aspetos a não promover:
– Informações sobre ineficiências ou aspetos de desorganização interna;
– Dados sobre o negócio que não sejam absolutamente relevantes para a função;
– Comentários depreciativos sobre hierarquia ou colegas; e,
– Abertura para o incumprimento de regras.

Esta formação é de sobremaneira importante, como impacto inicial, para a perspetiva que o colaborador irá ter da sua organização. É essencial para a sua incorporação e para que se sinta parte desta e motivado para o novo desafio. Ao sentir-se acolhido e parte integrante de um todo, o novo colaborador terá uma maior ligação ao projeto que agora enfrenta estimulando o seu interesse, motivação e a sua preocupação com o cumprimento das práticas que lhe são exigidas.

Autora: Susana Santos – HR Consultant

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de Email não será publicado.

Podemos ajudar?

CONTACTE-NOS

Topo

Sempre a pensar em Si.

Criámos uma Mailing List exclusiva para que você receba em primeira mão as nossas notícias e publicações.

" >CONTACTE-NOS
close slider
  • Escreva aqui a sua Mensagem.
  • Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.