Perspectiva do Recrutador – Entrevistas

Uma entrevista de emprego pode ser uma experiência exigente, principalmente quando se está fora do mercado de trabalho há já algum tempo. Porque, uma coisa é o candidato promover-se no papel através do currículo, outra é promover-se pessoalmente numa entrevista.

Seja como for, independentemente da situação o candidato encontrar-se fora do mercado de trabalho, ou de simplesmente querer abraçar um novo desafio profissional, a chave de sucesso para a realização de uma entrevista é o resultado de uma série de factores, sendo o principal a relação que se estabelece com o recrutador.

Não nos podemos esquecer que as pessoas contratam pessoas de quem gostam. Mesmo que um seja mais qualificado e experiente do que o outro, sem uma boa relação existem poucas probabilidades da vaga ser sua.

Os 3 mandamentos para recrutador:

  1. Avalie a linguagem corporal
    A linguagem corporal e expressões faciais informam-lhe sobre a forma como o candidato se enquadra na conversa, e até que ponto está interessado naquela oportunidade.
  2. Meça o interesse do candidato
    O ser questionado mostra que o candidato está envolvido na conversa. O candidato deve tentar fazer perguntas para obter informações adicionais sobre a oportunidade ou a empresa. Em vez de estar simplesmente a responder ao que lhe é perguntado.
  3. Comprove se o candidato está pronto para o desafio
    O importante para um recrutador é que o candidato esteja pronto para o desafio e que queira ter sucesso. Para avaliar esta situação deve colocar questões, colocar o candidato à “prova” para perceber se o mesmo estará à altura do desafio.
  4. Lembre-se que o candidato não precisa, nem deve, esperar pelo fim da entrevista para colocar questões, deve fazê-lo assim que achar conveniente, mostrando assim autoconfiança e interesse.
    Algumas questões que o candidato pode/deve fazer para marcar a diferença no decorrer da entrevista:
    – É uma função nova na empresa? Se não, qual o motivo para esta vaga?
    A maior parte das pessoas está tão focada em conseguir o emprego, que não se lembram de perguntar o porquê da vaga estar em aberto.
    – Quais são as perspectivas de crescimento na empresa?
    Esta é uma das questões que os empregadores gostam de saber, para ficarem com uma percepção se o candidato deseja ficar na empresa por muito tempo, ou se apenas quer uma oportunidade enquanto não aparece melhor.                                                
    – Quais são as competências e qualidades que estão à procura no candidato?
    É uma outra forma de demonstrar autoconfiança, e uma excelente oportunidade para encaminhar a conversa para as suas competências e “achievements”.

    Lembre-se que, quanto mais confiante e confortável o candidato estiver durante a entrevista, mais fácil será para si desenvolver uma relação de empatia com o mesmo, pois ainda que o candidato hoje não se adeque à vaga em aberto, poderá tornar-se numa resposta para um futuro.

     

    Autora: Catarina Henriques (HR Consultant)

    Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de Email não será publicado.

Podemos ajudar?

CONTACTE-NOS

Topo

Sempre a pensar em Si.

Criámos uma Mailing List exclusiva para que você receba em primeira mão as nossas notícias e publicações.

" >CONTACTE-NOS
close slider
  • Escreva aqui a sua Mensagem.
  • Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.