Saber comportar-se à saída!

A forma como se comporta enquanto ainda se encontra na empresa, durante uma fase de aviso prévio, ou depois de sair, quer seja por sua iniciativa ou pela iniciativa da empresa, influencia a imagem que a entidade patronal, os colegas e um potencial empregador têm de si.

Se a iniciativa de despedimento for por parte da empresa, tente perceber quais as razões, ou que que poderá ter acontecido para que já não necessitem do seu trabalho. Tente não agir de forma inadequada, ou seja, por muito aborrecido que esteja com os seus superiores devido ao despedimento diga o que pensa mas de forma controlada – até pode referir o que está a correr menos bem na organização mas sempre de forma construtiva para que possam melhorar – mas não seja mal-educado, mantenha a sua postura.

Investiu bastante tempo da sua vida profissional e por vezes pessoal naquela organização, deu o melhor de si, fez o que esteve ao seu alcance para que a organização crescesse, por essas razões aja de forma profissional.

Caso tenha sido sua iniciativa, explique as suas razões aos seus superiores para que possam (se assim o entenderem) fazer algo que contrarie a sua saída, nomeadamente uma contraproposta. Sair mantendo uma boa relação com os seus superiores e colegas é fundamental para a sua carreira, pois é a última impressão que fica de si, e até porque mais tarde podem vir a encontrar-se noutra organização. Tenha uma conversa concisa e positiva. Agradeça aos seus superiores, referindo os aspetos positivos da relação que construíram ao longo da relação laboral e as aprendizagens que fez ao longo desse tempo.

Independentemente de quem seja a iniciativa de despedimento, o trajeto até ao último dia deve ser planeado. Quanto aos projetos que tem em mão, deve tentar perceber a quem os passar ou quando os terminar – não deixe de passar o seu trabalho com profissionalismo pois irá ser reconhecido mais tarde pelo bom desempenho e em futuras referências.
Num futuro emprego, evite falar de assuntos negativos da empresa de onde saiu e do ambiente de trabalho. Não demonstre que ficou com má imagem (caso isso tenha acontecido), pois poderão ficar com uma ideia errada, nomeadamente, que não ficou agradecido pela oportunidade ou que está a ser ingrato – o que não cria uma boa imagem junto do futuro empregador. Se nada tiver de positivo a salientar da relação laboral que agora termina, seja comedido nas palavras e observações.

A sua atitude à saída será a que vai ficar na memória daqueles com quem trabalhou até então, faça o que lhe for possível para que a mesma seja a melhor possível.

Susana Santos, HR Consultant

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de Email não será publicado.

Podemos ajudar?

CONTACTE-NOS

Topo

Sempre a pensar em Si.

Criámos uma Mailing List exclusiva para que você receba em primeira mão as nossas notícias e publicações.

" >CONTACTE-NOS
close slider
  • Escreva aqui a sua Mensagem.
  • Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.