Concepção de Acção de Formação


CONCEPÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO – Aprendizagem de acordo com o cérebro

Ao desenhar o plano de formação e as acções de formação interna deve ter em consideração o fluxograma proposto por Hare e Reynolds (2003). Pretende-se estreitar os laços entre a formação e a produtividade, abandonando as técnicas tradicionais e abraçando novas ideias. O objectivo é tornar a formação rica, estimulante e uma verdadeira oportunidade de descoberta e aprendizagem.

Educare, em latim, significa “tirar de”, ou seja, a aprendizagem deve ser activa, criar significado e não simplesmente memorização. Formação não é dar conteúdos e informação – é encorajar a criação de significado.

Essencialmente deverá seguir 5 princípios:

  1. Manter a formação real – ou seja, com associação a situações concretas. Isto trará benefícios pessoais e de negócio e é um factor que depende essencialmente da preparação e do seguimento da acção.
  2. Facilitar a criação e não o consumo – a formação não é algo que se faça às pessoas nem pelas pessoas, mas antes com as pessoas. É recomendado que cerca de 70% do tempo seja ocupado com actividades de participação e descoberta dos formandos e apenas 30% do tempo centrado do formador/animador. A aprendizagem é baseada na experiência e não nos materiais.
  3. Honrar a singularidade – Existem diferentes tipos de inteligência (Gardner): verbal, lógica, interpessoal, intrapessoal, musical, visual, corporal, e naturalista. As actividades desenvolvidas, devem tanto quanto possível, estimular os diferentes tipos de inteligência.
  4. Tornar a formação rica e multissensorial. Deve ter em consideração diferentes estilos de aprendizagem. Aprendemos de forma consciente e inconsciente, por isso os recursos de formação devem fazer-se valer de sons, imagens, sensações, cheiros e sabores, pois quanto mais recursos, mais provavelmente se estabelecem conexões e apreensão.
  5. Estado emocional – O estado emocional é (quase) tudo e a formação deve estimular diferentes estados emocionais consoante os objectivos de cada módulo/conteúdo.

Abaixo o fluxograma/ processo de concepção de formação de acordo com esta perspectiva para que nada falte e se atinjam melhores resultados.

Sem Título

 

 

Autora: Marília Santo

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de Email não será publicado.

Podemos ajudar?

CONTACTE-NOS

Topo

Sempre a pensar em Si.

Criámos uma Mailing List exclusiva para que você receba em primeira mão as nossas notícias e publicações.

" >CONTACTE-NOS
close slider
  • Escreva aqui a sua Mensagem.
  • Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.